sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

DEUS NÃO EXISTE?

Por: Claudia Souza

Bem vindos ao século XXI, tempos da Revolução Digital, em que a internet saiu da Organização Europeia da Investigação Nuclear (CERN) e democraticamente ocupa lugar de destaque na vida cotidiana de centenas de milhares de indivíduos, de todas as idades, pelo mundo a fora.

Com tantos avanços científicos, como a capacidade da criação de tecidos sintéticos capazes de recriarem pedaços de corpos humanos, máquinas quase idênticas aos homens, sendo construídas e outras já utilizadas como auxiliares para todos os tipos de serviços, os homens ainda debatem as questões e conceitos bíblicos, assim como a existência de Deus.

Seria Deus um homem de meia idade com barbas brancas, vestindo um manto branco, como é muitas vezes representado na ficção? Ou um ser musculoso de cabelos compridos e olhos verdes como o famoso Thor ou Zeus?

Jesus quando veio à Terra dizia que era filho de Deus e que morreu para resgatar os nossos pecados, depois, reapareceu dizendo que estava vivo e que retornaria à casa do Pai.

O fato é que Jesus, sofreu as consequências da sua popularidade e a falta de habilidades políticas para lhe dar com os ambiciosos pelo poder daquela época.

Os homens continuaram pecando e cometendo atrocidades, mesmo depois de toda a lição que Jesus Cristo deixou aos seus discípulos. Para algumas civilizações, Jesus Cristo era apenas um homem que viveu e morreu como tantos outros, inocentemente crucificado, o que era comum na época.

O povo egípcio, deísta, acreditava nos deuses e cada faraó que por ali passou, encarnou um Deus para que seus súditos tivessem a quem obedecerem, assim, os reis, ficariam isentos de culpa sobre os seus erros, fazendo com que o povo acreditasse que as ordens foram de um Deus e não de uma pessoa comum.

Assim fizeram-se as divindades, escravizando e punindo povos com menor compreensão. Desde o início, um homem subjuga o outro através da força, como num extinto animal do macho alfa, como cães, que através das iniciativas e da força, tornam-se os líderes da matilha.

Os tempos modernos remontam vários princípios e fazem uma releitura de toda a história, com novas impressões e descobertas, através dos avanços científicos.

Enquanto os homens Cristãos insistem em discutir os textos pretéritos da bíblia, corrompidos pela interpretação humana, os gnósticos avançam nas discussões avançadas que norteiam o comportamento humano.

Se analisarmos a vida pelo ponto de vista energético, vamos concluir que desde Galileu Galilei (século VI), que os pensadores discutem sobre a existência da ENERGIA.



DEUS É ENERGIA?


O que podemos dizer de tudo que move a Terra, os demais planetas, as estrelas e todos os elementos vivos existentes?

A energia positiva e a energia negativa.

Elas são inteligentes?

Sim, porque para que possam continuar existindo, uma atrai a outra.

Um componente elétrico por exemplo, só funciona com um fio contendo um polo positivo e outro negativo.

Como saber o significado do claro, se não passarmos pelo escuro? Como identificar o bem se não passarmos pelo mal? E assim por diante...

O que o homem não compreendeu ainda é porque se faz necessário tanto terror nos dias de hoje. Alguns acreditam que é remissão dos pecados, outros acreditam que precisam aceitar o mal com brandura para renascerem para a vida eterna, outros, não acreditam em nada, apenas vivem o que tiverem que viver.



Os pensadores questionam?

Se Deus existe, porque ele permite que tantos que fazem o bem morram, enquanto os que fazem o mal sobrevivem? Se Deus existe, porque ele deixou o “filho dEle” morrer na cruz?

A nova Era está tentando mostrar aos homens, através de novos Avatares e novas culturas ideológicas e religiosas, que o tão abençoado Deus existe em forma de energia.

Seria Deus a energia positiva e o Satanás a energia negativa?

Quem deu nome às energias, foram os homens, para que fosse possível educar e catequisar as pessoas segundo os seus preceitos e interesses individuais.

O subjugo e a falta de confiança e conhecimento de cada ser sobre a Terra, permitiu que o mal aflorasse crescesse cada vez mais. O tal “Deus” não tem participação nenhuma em tudo isso.

As energias que criaram todos os elementos terrestres e universais é que se modificam em cadeia à medida que cada ser pensante se movimenta, como se fosse um jogo de xadrez. Cada passo dado em um sentido, modifica a ação subsequente, como uma linha do tempo.

Como a maioria da população humana ainda não possui a consciência de que é um ser produtor de energia, ainda desconhece o seu potencial criativo e não sabe como usá-la, fazendo portanto, má utilização involuntariamente.

Segundo várias correntes filosóficas gnósticas, as energias positivas, negativas e neutras podem ser manipuladas pelo ser humano. Algumas civilizações como os celtas, xamãs e feiticeiros, utilizam-se delas para curas e outros trabalhos bons e maus, de acordo com as suas necessidades.

A nova Era está repleta de dissertações sobre “O Segredo”, que veio em cheio de encontro com uma mentalidade mais evoluída para os que estão preparados para avançarem dentro deste entendimento.

Os Cristiciístas, por exemplo, acreditam que o ser humano, por ser mais evoluído em comparação aos animais, e por ser munido de raciocínio, é comparado a um dínamo gerador de energias positivas ou negativas, também de acordo com os seus interesses.

Se fizermos uma avaliação mundial, pensando em energia, vamos identificar que a energia negativa e a positiva são necessárias para a compreensão e evolução do homem e consequentemente do universo, dentro do estágio atual de desenvolvimento intelectual.

Desde os primórdios, quando surgiram as primeiras formas de vida humana, logo depois dos dinossauros, os homens eram como as folhas, depois descobriram como procriar, fazer fogo, inventaram a roda, até chegar no nosso momento atual, em que com um aparelhinho de 10 cm nas mãos, sem fios, falamos uns com os outros e viajamos pelo mundo, com acesso livre a todos os conhecimentos existentes. Mas mesmo com tudo isso, ainda vivemos com medo o tempo inteiro, medo de assaltos, medo de terrorismos, da morte e diversos outros.


POR QUE?

A evolução está levando o homem ao caminho da verdade, em que ele tomará conhecimento que faz parte de um processo muito maior do que o próprio planeta aonde ele vive. Talvez, muitos de nós, ainda não estejamos preparados para aceitar que somos apenas uma bola de energia consciente em ininterrupto processo de crescimento e evolução, segundo o nosso grau de compreensão.

A energia superior que criou tudo o que está formado materialmente, condensado no universo, como os planetas e suas formas diferenciadas de vida, desde o átomo, a bactéria, os germes, os vermes e as demais formas condensadas, vegetais, animais e hominais, está muito além da nossa compreensão, mas já começa a se apresentar para a raça humana, através da criatividade e do processo criativo, expressado pelos grandes escritores, artistas e médiuns planetários e interplanetários.

Vários seres desenvolveram uma capacidade ímpar de se comunicarem com o que chamam de divindades superiores, ou seja, energias mais evoluídas, que aqui recebem todos os tipos de nomes, mas que na verdade, não passam de formas energéticas mais evoluídas que as nossas, capazes de transmitirem ensinamentos, pois aonde se encontram e na forma em que estão, também estão participando do processo criativo de expansão da energia que chamamos de cósmica, mas que nada mais é a junção de todas as energias atuando umas com as outras como se fossem água em ebulição da fervura.

Sendo assim, Deus existe?

Todas as energias conscientes tanto para o bem, quanto para o mal, trabalham juntas, formando um grande corpo energético superior, que podemos chamar de Deus.

Como falar com Ele? Como respeitá-lo? Como saber o que ele quer nós?

Resposta: Basta olhar no espelho, bem dentro dos seus olhos, fazer a pergunta e a resposta virá em sua consciência.

“Vós sois Deuses, quem tiver olhos para ver que veja.”