quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

ATUAÇÃO DAS FORÇAS REGENCIAIS



Por: Claudia Souza


Muitos trabalhadores da luz, agora reunidos no planeta Terra, advindos de muitas consciências espalhadas pelo cosmos, possuem a missão honrosa de participarem desse movimento que está ocorrendo, cujo processo, necessita de uma amplificação moderada para que aqueles que estão presos dentro de suas consciências manipuladas possam aos poucos acordarem para integrarem o sistema cósmico de expansão.

O que é o sistema cósmico de expansão?

O sistema cósmico de expansão é composto de todas as energias necessárias para criação e transmutação dos "corpos físicos definidos" (tudo aquilo que já foi criado, gerado e permanece vivo), que possuem as características de criaturas. São as energias capazes de compor a massa que constrói tudo o que é gerado pela consciência cósmica da qual fazemos parte, como os seres das profundezas dos oceanos, os animais (dos quais fazemos parte), os vegetais os raios de luz e os espíritos formados de energia concentrada.

Quando você escuta falar sobre seres de outros planetas e fica assustado imaginando que a aparência deles é totalmente diferente da sua e que eles possuem mais conhecimentos tecnológicos, ou que são superiores aos da Terra por qualquer razão, não deve preocupar-se com o fato de que a sua civilização possa ser escravizada ou subjugada por outras raças, porque na verdade, isso já acontece no próprio planeta Terra e em outros sistemas planetários também.

Tudo pulsa, assim como o seu coração que distribui o sangue que mantém o seu corpo em funcionamento, como as ondas sonoras e a luminosidade dos raios solares e as ondas marítimas, tudo o que você conhece como ação e reação é que provoca a pulsação necessária para que ocorra uma expansão elástica que é sentida de forma sutil por nós que habitamos dentro do planeta.

Essa pulsação, bem como os seus picos, interferem no mecanismo físico do que o Cristiciísmo* chama de "corpos definidos", organismos vivos que interagem entre si energeticamente dentro desse corpo planetário. 

Os "corpos definidos" são compostos dos elementos criados pelos "organismos vivos" que são o que você deve conhecer como "energia divina", "criador", "Deus", "Pai", "Arquiteto do Universo", Anjos, entre outros nomes. Essas energias supremas geram a dualidade entre seus polos diferenciados, classificados pelos terráqueos como "positivo" e "negativo" para que possa ocorrer a pulsação necessária a fim de compor diversas densidades de massa, desde a etérea até a mais densa, como as rochas que sustentam planetas inteiros visíveis pelas lentes dos observatórios. 

O "sistema cósmico de expansão" é a união de todas as formas de energia com os seus mais variados polos de frequências, que formam espécies de "bolsas" capazes de compor inúmeros níveis vibracionais que são utilizados com inteligência para produzir os mais diversos "corpos definidos". Por essa razão, todos já temos conhecimento de que no sistema solar existem planetas com os mesmos elementos da conhecida "tabela periódica" da ciência terrestre, porém todos com densidades em níveis diferentes, até onde se pode ver, porque segundo afirmações de estudos metafísicos canalizados por médiuns, existem planetas criados com elementos tão sutis que são incapazes de serem vistos a olho nu ou por qualquer lente. Esses só conseguirão serem notados quando forem sentidos.

A vibração das energias contidas dentro do "sistema cósmico de expansão" faz com que os corpos definidos se comportem de acordo com a pulsação gerada dentro desse movimento no qual tudo está interligado e faz parte do todo. Os organismos vivos iniciam suas emanações energéticas em suas vidas diárias, provocados por adversidades, criando movimentos dos mais variados, construindo as polaridades necessárias para a tal transformação.

O momento atual da Terra é de uma nova transmutação, como a que ocorreu em outras eras, sendo que a cada pico de mutação, os seres iniciam uma nova jornada na qual evoluem cada vez mais. Os seres energéticos que atuam na criação, ou os Deuses, ou Deus como conhecemos, sempre se comunicaram com os seres vivos do planeta Terra, inspirando-os e orientando-os sobre os futuros acontecimentos e como auxiliarem os demais nesse processo. É como os melhores alunos de uma classe serem orientados pelo seu professor à ensinarem e ajudarem os colegas mais atrasados, explicando as lições que foram dadas àqueles que conseguiram compreender melhor. Tais ensinamentos são passados por gerações, através da procriação e da comunicação entre as espécies.

Cada orientador e sua mensagem que é trazida aos trabalhadores da luz que estão treinando para auxiliar os companheiros planetários durante a transmutação da Terra, possui um código quântico que deve ser sentido pelo coração e não pelo cérebro. Cada um é que vai determinar a sua verdade e aprender de acordo com o seu grau evolutivo, pois não existem palavras dentro do vocabulário terrestre capazes de definir, explicar e ilustrar o que está ocorrendo na íntegra, mas é possível tentar compreender, cada qual com o seu modo de expressão. Entendemos que a ciência ainda não tem como teorizar e comprovar que as energias são seres vivos dimensionais que se comunicam das mais variadas formas, pois todos os que atuam na ciência terrestre ainda não possuem ferramentas capazes de comprovar aquilo que estão dentro de suas essências.

O planeta Terra ou Gaia como é conhecido por muitos é um berçário de seres geradores de energia, criados com os mais diferentes biotipos e que interagem entre si. Esses seres, como bebês que são, ainda não conseguem entender os sentimentos de posse, organização e compartilhamento de seus "brinquedos". Estão justamente passando por um processo de aprendizado e sequer aprenderam a colaborar com o "sistema cósmico de expansão". Fazem parte dele, mas desconhecem como funciona. 

À medida que o tempo passa, estão nascendo mentes mais evoluídas, vindas de outros planetas que já sabem como funciona o processo e estão chegando para colaborar e criarão novos vocabulários, com palavras capazes de serem sentidas para que possam ser compreendidas.

O momento atual é de reflexão, debate de ideias e humildade para reconhecer a verdade do outro como a que permeia o caminho de aprendizado da humanidade. Os animais já possuem essa capacidade desenvolvida e reconhecem a sua existência como caça e caçador, muitas vezes convivendo em paz, mas sabendo que em algum momento servirá de jantar para outro, ou que tará que caçar o seu vizinho porque esse é particularmente "um mal" necessário para o desenvolvimento do ecossistema. Assim eles nascem, aproveitam a natureza e parecem saber exatamente quais ações necessárias devem tomar através do instinto. As ações e reações quando não são manipuladas pelos seres humanos (espécie diferenciada), mantém o planeta Terra em equilíbrio. 

Os humanos por sua vez passam por momentos difíceis porque ainda não aprenderam a controlar o que é necessidade e o que é instinto e esqueceram-se que fazem parte de uma família cósmica, onde tudo está interligado, por isso causaram ao longo dos milênios um grande desequilíbrio energético, que vem sendo corrigido aos poucos e que em breve será determinado a qualquer custo pelas forças regenciais, pois a retomada do equilíbrio estava saindo fora de controle. 

Alguns humanos com capacidade consciente de gerar energia, aos descobrirem o seu poder, manipulam os demais que tiveram os seus registros apagados antes de reencarnarem no planeta Terra, por isso a dominação em excesso por parte de alguns. O equilíbrio ocorrerá quando todos aprenderem a escolher a qualidade energética que conseguirão produzir através de seus pensamentos e ações. Isso ainda não ocorreu porque como os humanos ainda não conseguem controlar a produção energética equilibrada entre a "necessidade" e o "instinto", causam desequilíbrio energético. Por exemplo: quando não conseguimos controlar os nossos sentimentos reagindo à qualquer ação com o instinto, sem antes avaliarmos se há a necessidade de agirmos dessa ou daquela forma, produzimos vibrações energéticas que fogem ao nosso controle. Vamos supor que alguém pisou no seu pé durante uma viagem de metrô e não lhe pediu desculpas e tenha doído só um pouquinho... Dependendo do seu humor, o seu instinto de defesa manifestará em você uma indignação pelo fato da pessoa não ter lhe pedido as desculpas que você esperava. Com isso, o seu coração ficou mais apertado, acelerado, seu sangue circulou mais depressa dentro do seu corpo e você começou a sentir um incômodo, sua face ficou mais quente e o seu sentimento de ter sido injustiçado provocou em você uma reação de ódio contra a pessoa que pisou no seu pé e uma tremenda vontade de revidar ou falar poucas e boas para ela... Eu pergunto: Toda essa reação é instintiva ou necessária? Uma vez que quase não doeu a pisada no seu pé, seria necessário o seu cérebro produzir toda essa descarga energética tóxica? Por isso a maioria dos seres do planeta está sendo treinada aos poucos para combater determinados tipos de reações. Ainda não temos como entender a força que possuímos, pelo próprio bem do planeta Terra. 

O sistema cósmico de expansão realiza o seu trabalho independentemente dos planetas que geram energia, porque ele se expande de acordo com as condições que possui. O tipo de energia necessária para o desenvolvimento de outros corpos definidos, como planetas, sistemas solares, berços de estrelas, etc., ocorrerá independentemente dos seres humanos, mas como centelhas da luz criadora, também esses organismos estão se expandindo, crescendo e evoluindo fazendo com que a luz energética que compõe a matéria como conhecemos, adquira a força capaz de vibrar e integrar o estoque de energias que serão utilizadas para a criação de outros corpos que continuarão existindo de diversas naturezas pelo universo à fora. 

Notamos que uma reforma íntima está sendo instituída nos seres humanos, através dos avanços tecnológicos que estão nos proporcionando uma troca de informações filosóficas capazes de modificar determinados entendimentos. Essa reforma será capaz de transmutar a energia do planeta para que possa compor de forma relevante o sistema cósmico de expansão. 


Texto baseado na reflexão sobre os ensinamentos Cristiciístas publicado no site www.filosofiacristiciista.com.br com textos publicados pelo médium Adilson Teixeira de Godoy.


"· Sistema Cósmico de Expansão:


É o conhecimento divino durante o processo da criação universal, que depositou nas esferas superiores a raiz de todo o conhecimento angélico e humano. O processo foi evoluindo, nutrindo, alimentando e realimentando o processo universal de conhecimento, através da evolução de todo campo vibracional. Quando esses campos amadureceram, o poder divino condensou neles, todos os conhecimentos universais necessários ao processo de expansão do universo (Sistema Cósmico)."

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Mercúrio retrógrado: entenda o que significa e como se preparar



Astrólogo Junior Moura explica o significado do período e dá dicas para enfrentar essas fases do ano


Na astrologia, Mercúrio é o astro que representa a comunicação e sua influência está presente em diversos aspectos do nosso cotidiano: no trabalho, com a família, os amigos, entre outros. Todo ano, assim como outros planetas, Mercúrio entra em seu movimento retrógrado, ou seja, sua velocidade passa a ser mais lenta do que a da Terra - e esse momento não passa despercebido.

“Mercúrio retrógrado é o momento propício para fazer revisões e reavaliar questões da nossa vida”, afirma o astrólogo Junior Moura. “Por ser o astro da comunicação, esse planeta afeta diretamente pessoas que usam essa característica em suas rotinas, como professores, vendedores, palestrantes”.

Por isso, é importante ter atenção redobrada com essa característica já que a comunicação pode não ser tão eficiente quanto se espera. “Durante essa fase podem acontecer muitas confusões e mal entendidos, seja porque realmente não conseguimos nos expressar ou as pessoas não conseguem entender o que queremos dizer”, diz.

Neste ano, Mercúrio estará retrógrado durante três momentos: de 16 de fevereiro a 10 de março, de 18 de junho a 12 de julho, e de 13 de outubro a 03 de novembro.

Outra característica de Mercúrio é sua ligação com os aparelhos eletrônicos. Então, não se assuste se itens como o celular ou computador pifarem “do nada” - são situações comuns por causa de seu movimento retrógrado.

E para encarar essas fases da melhor maneira possível é importante saber onde temos Mercúrio no mapa, tanto no mapa natal (que é o mapa da vida) quanto na revolução solar (mapa anual). Saber exatamente onde o planeta está pode trazer respostas sobre como exercitar a comunicação durante esse período, tornando-a o mais clara possível para evitar qualquer dificuldade durante essas fases do ano.

Sobre Junior Moura

Junior Moura é astrólogo e alquimista com mais de 20 anos de experiência na área da espiritualidade. Realiza atendimentos presenciais e a distância em todo o mundo auxiliando diversas pessoas a descobrirem a própria consciência luminosa através da astrologia, numerologia, radiestesia, tarot, reiki e alquimia. Considera-se um profissional universalista, aplicando diversas filosofias em seu trabalho.

Sobre a Consciência Lumynosa

Movimento idealizado e criado pelo terapeuta holístico Junior Moura, a Consciência Lumynosa tem o objetivo de despertar a consciência interior através de textos, mensagens e vídeos que se baseiam em fundamentos da astrologia, numerologia, alquimia, tarot, entre outros recursos holísticos.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Como combater a intolerância religiosa?



Líder religioso cria estratégias contra a intolerância religiosa através da psicologia e do diálogo

O Brasil é um estado laico há mais de 120 anos e segundo a Constituição não discrimina nenhuma religião. Mas na prática, o país ainda mostra as faces da intolerância religiosa, com agressões físicas e verbais, vandalismos e preconceito estampado em posts das redes sociais.
Um levantamento feito pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH), com base nas ligações para o Disque 100, aponta que, no primeiro semestre de 2019, foram registradas mais de 200 denúncias de discriminação religiosa. Os estados campeões são Rio Grande do Norte, São Paulo e Rio de Janeiro.




O sacerdote e médium paulista Alan Barbieri, fundador do Templo Escola Casa de Lei, é considerado atualmente como uma das principais vozes que se levantam contra o preconceito e a intolerância religiosa na internet, relata que a discriminação contra a umbanda, religião à qual pertence, assim como a tantas outras de matriz africana, é fruto de desinformação: “A intolerância religiosa é um crime de ódio contra grupos de diferentes denominações, na maior parte dos casos, considerados minorias na sociedade. A Umbanda, apesar de ser uma religião genuinamente brasileira, tem grandes traços da cultura africana, fazendo com que, inconscientemente, o peso do preconceito racial caia sobre os seus adeptos e simpatizantes. Entendo que por falta de esclarecimento, alguns acabam associando a Umbanda com maldades que são espalhadas nas mídias, ou ainda, generalizam quando veem um ‘Pai de Santo’ que usou do nome da religião para fazer o mal a alguém”.


Como combater a intolerância religiosa?

Uma pesquisa sobre intolerância, realizada pelo Instituto Ipsos Mori em 27 países, aponta o Brasil como 7º país mais intolerante dentre estes, no âmbito político, religioso ou social. A pesquisa aponta que um dos motivos é que discursos racistas e de ódio, que há alguns anos eram combatidos, passaram a ser bem vistos, e assumidos, por uma parcela considerável de usuários das redes sociais, disseminando este tipo de conteúdo.

Na visão sacerdote umbandista, que também é graduando em psicologia, acredita em estratégias que consideram o viés psicológico para combater a intolerância religiosa, apelando para o lado racional, através de argumentos, e crendo que o melhor combate é o diálogo e a informação: “Cabe aos líderes de cada uma das religiões começarem a propagar o bem entre as pessoas, incentivando o contrário do preconceito e discriminação, através de diálogos e discursos que promovam a paz e o respeito mútuo”.

Além de sacerdote, Barbieri é influenciador digital, sendo o maior youtuber de Umbanda do Brasil, com cerca de 412 mil inscritos em seu canal e mais de 25 milhões de visualizações em seus vídeos, além de 100 mil seguidores no Instagram. seu discurso de paz e de promoção do respeito mútuo tem chamado atenção não apenas dentro do segmento espírita, mas recebido apoio até mesmo de pastores evangélicos e padres católicos.


Reflexos da intolerância

O sacerdote também aponta que muitas vezes, o preconceito e a intolerância não são explícitas, mas podem ser sentidas: “Na maior parte dos casos o preconceito e a intolerância é velada, até por conta de hoje ser crime, logo as pessoas ponderam mais seus julgamentos na hora de falar em público, mas não mudam sua mentalidade. Mas o umbandista sofre, muitas vezes, no seu ambiente familiar, no seu ciclo de amizades, na empresa que trabalha ou em uma entrevista de emprego, crianças na escola ou jovem na faculdade. Você pode dizer: Sou católico, evangélico, budista, judeu, etc. Mas dizer que é umbandista pode ser uma ameaça ao bem estar social, na visão de alguns”, conclui.

Canal de Alan Barbieri no Youtube: https://www.youtube.com/user/alancasadelei