NOSSOS VÍDEOS

domingo, 20 de setembro de 2020

A NATUREZA NÃO É NOSSA, NÓS SOMOS DA NATUREZA

Por: Claudia Souza


Assistindo uma entrevista do físico Marcelo Gleiser com o ativista indígena Ailton Krenak, em certo ponto, ele disse: "A natureza é nossa..." e essa reflexão me trouxe à essas linhas. 

Eu arrisco afirmar que a natureza não é nossa, nós é que somos da natureza. No momento em que a Terra resolver se recuperar, ela eliminará os humanos de dentro dela em fração de segundos.

O planeta Terra ainda não tomou essa decisão, porque todo o sistema cósmico ainda depende da pulsação energética criada pelos seres humanos para que seja possível a evolução do universo. Como disse Krenak: "os humanos são uma bactéria que desequilibra o planeta..." e, como o "mal" como é conhecido, é um "mal necessário", para provocar a interação e pulsação energética (do ponto de vista metafísico), somos excelentes geradores dessas diversas potencias de energia. A "mãe Gaia" permite essa efervescência barulhenta e borbulhante provocada pelos humanos; porém como uma mãe, a baderna desses filhos de vez em quando precisa ser controlada e silenciada se for necessário.

A Terra começa a dar novamente os seus sinais de que pode intervir em qualquer momento, pois a confusão não pode sair do controle. As queimadas nas florestas tem dado indícios de fogo que nasce do interior da terra, enquanto os humanos discutem e culpam as autoridades das formas de combate, sem se dar conta de que os comportamentos energéticos e sociais é que estão materializando diversas reações. O que consideramos como uma reação que pode destruir a raça humana, do ponto de vista global, pode ser apenas uma transformação ou uma transmutação para um outro estágio planetário, que aos olhos dos pretenciosos seres humanos, pode ser fatal, mas aos olhos do criador não passaria de uma modificação necessária para a sua continuidade.

Recentemente no Brasil, focos de incêndio com fogo gerado embaixo da terra estão sendo detectados. O fenômeno ocorre pelo depósito de folhas que geram gases inflamáveis através de faíscas e o fogo inicia debaixo da terra queimando as raízes que emanam apenas fumaça. Segundo os bombeiros, esse tipo de incêndio é dificilmente combatido. 

Novos vírus e gases estão se materializando através dos desequilíbrios da natureza, com os componentes químicos derramados em plantações, combustíveis e todo tipo de sujeiras depositados nas águas e no ar. Para colaborar com a destruição, os grupos políticos de algumas regiões do mundo, não se preocupam com as questões ecológicas e de saneamento básico.

A natureza ainda vai revelar muitas surpresas para a espécie humana e quando finalmente ela decidir, criará o seu próprio inseticida natural para exterminar as pragas que estão comprometendo o ciclo evolutivo. 

Os indígenas respeitam a terra, os vegetais e animais. O respeito às florestas e o contato mais natural com os elementos da Terra, favorecem o entendimento daqueles que desprezam as pessoas intituladas por eles como "loucas" ou "esquisitas", porque conversam com animais e plantas. A ciência tem demonstrado e comprovado as teorias dos velhos sábios que sempre valorizaram os elementos da natureza.  

Quando o cientista Masaru Emoto fotografou as células de água submetidas ao pensamento, músicas e palavras, comprovou que toda a produção emocional e energética dos seres da Terra, influenciam toda a cadeia composta por água. 

Na experiência, Dr. Emoto expôs a água nas diversas manifestações e congelou para examinar os pequenos cristais da água em um microscópio, verificando que de acordo com a manifestação às quais foram submetidas, as partículas tinham formas diferentes; portanto, podemos concluir como reagem todos os corpos compostos por água. Imagine nossos corpos, os vegetais e a Terra com os seus oceanos!



Podem haver várias soluções e resultados inusitados para a materialização desse bolo energético e é isso que os nossos ancestrais e até os animais estão tentando nos mostrar através dos ensinamentos pouco disseminados ao longo das eras, através dos conceitos filosóficos e religiosos.

Os Avatares, mártires e ícones da nossa história, nos remetem ao ponto de reflexão para a mudança do comportamento energético dos seres humanos através de suas mensagens de paz e amor.

Somente quando se tiver conhecimento e a vivência prática dos conceitos de paz e amor, os humanos passarão a interagir com o planeta Terra. Somente o "amor" pela natureza, pode fazer o ser humano refletir sobre as suas ações, com relação ao desmatamento, preservação de outras espécies, uso consciente dos combustíveis fósseis, naturais e minerais, consumo exagerado, desperdícios e combate à violência contra outros seres. 

A paz depende exclusivamente do amor e só pode ser conseguida, quando os humanos aprenderem a produzir suas frequências energéticas baseadas no princípio de respeito ao próximo, seja ele de qualquer natureza. Se os humanos aprendessem a amar, não existiria exploração humana, guerras de poder, matança animal e desequilíbrio ambiental.

A Terra promove a seleção natural ao longo do tempo em suas diversas regiões. O que o homem não consegue destruir pelas suas próprias mãos, realiza a materialização de suas energias, através do próprio organismo planetário. 

A única certeza de temos é que esse planeta luta diariamente para sobreviver com essa espécie humana que a degrada à cada dia e ela vai sobreviver enquanto puder. A raça humana começa agora a sua jornada para as conquistas interplanetárias e já começa a poluir e sujar o universo com os lixos cósmicos que está levando para fora. Só resta saber as consequências universais que isso provocará ao longo do tempo. 

Como estamos todos interligados, e a ciência já comprovou que a vida depende da irradiação solar para a produção da vegetação do planeta Terra, assim como a lua que controla as marés e as águas, devemos nos cercar de cuidados pessoais ao emanar as nossas energias cósmicas, pois podemos materializar doenças planetárias em outros planetas também.

Quem é que sabe se nosso sistema solar não depende do calor dos planetas quentes, ou dos gases emanados pelos planetas gasosos?

Pense nisso antes do seu próximo pensamento.


***


Nenhum comentário:

Postar um comentário